JS NewsPlus - шаблон joomla Продвижение
ptenites

atra2

comer2

compras

hosp

×

Atenção

JUser: :_load: Não foi possível carregar usuário com ID: 632

Após Intervenção, Aprovação do Governo Temer fica em 4,3%, diz CNT/MDA

 A avaliação ao governo do presidente da República, Michel Temer (MDB), como ótimo/bom é de 4,3% da população brasileira, segundo pesquisa encomendada pela CNT 

(Confederação Nacional do Transporte) ao Instituto MDA divulgada nesta terça-feira (6).

Em setembro do ano passado, última pesquisa da CNT/MDA, o governo era bem avaliado por 3,4% da população. Com isso, a variação fica dentro da margem de erro.
Na pesquisa de hoje 20,3% consideram o governo Temer regular, contra 18% do levantamento anterior.  Já 73,3% avaliam a gestão Temer como ruim/péssima.
Em setembro, esse percentual era de 75,6%. A porcentagem de pessoas que não souberam responder ou não responderam ficou em 2,1% no levantamento divulgado nesta terça-feira.

Esta é a primeira pesquisa sobre a gestão do emedebista após a intervenção federal na área de segurança pública no Rio, decretada em 16 de fevereiro.
Embora não confirme publicamente, Michel Temer cogita se candidatar ao pleito deste ano para continuar à frente do Palácio do Planalto.
A mudança de rumo em priorizar a pauta de segurança pública e abandonar medidas mais impopulares, como a reforma da Previdência,
é enxergada pela oposição como uma ação marqueteira da equipe de Temer.

Quanto ao desempenho pessoal de Michel Temer, 10,3% aprovam o emedebista enquanto 83,6% o reprovam. Não souberam responder ou não responderam ficou em 6,1%.
A pesquisa CNT/MDA entrevistou 2002 pessoas entre 28 de fevereiro e 3 de março em 137 municípios de 25 unidades federativas do Brasil.
A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais para mais ou para menos, com 95% de nível de confiança. O levantamento está registrado no TSE como BR-06600/2018.

A Maioria apoia intervenção no Rio Para 69% da população brasileira, a intervenção federal no Rio foi uma decisão correta do governo, afirma a pesquisa.
Enquanto isso, 12,3% dos entrevistados discordam da medida e acham que ela foi inadequada. Para 11,4%, a intervenção é indiferente.
Segundo o levantamento, 79,9% dos brasileiros estão acompanhando ou ouviram falar de notícias sobre a medida e, apesar do apoio à intervenção, 49,1% acreditam que
ela resolverá que ela resolverá apenas parcialmente os problemas de segurança no Rio. Os que avaliam que a intervenção resolverá totalmente o problema ficaram em 13%. Para 22,5%,
a violência continuará do mesmo jeito e, para 7,2%, a medida vai agravar o problema. No final de fevereiro, Temer criou o Ministério Extraordinário da Segurança Pública. 62,8% se mostraram
a favor da criação da pasta e 16,4% se mostraram contra.

Fonte: Luciana Amaral do Uol.