JS NewsPlus - шаблон joomla Продвижение
ptenites
×

Aviso

JUser: :_load: Não foi possível carregar usuário com ID: 632

Morre aos 76 anos o Gênio Stephen Hawking.

Um dos cientistas mais famosos do mundo faleceu hoje (14 de março). O físico britânico era exemplo de determinação e resiliência, por resistir por muitos anos à esclerose lateral amiotrófica (ELA).

O pesquisador morreu aos 76 anos em sua casa na Inglaterra, a causa ainda não foi divulgada. Em comunicado a imprensa a família lamentou perda: “Era um grande cientista e um homem extraordinário, cujo trabalho e legado viverão por muitos anos”.

Hawking nasceu em 8 de janeiro de 1942 e morreu na mesma data do nascimento de Albert Einstein (14 de março de 1879). O físico ganhou fama no final da década de 1960 com a teoria da Singularidade do espaço-tempo. Onde aplica a lógica dos buracos negros a todo universo explicado mais tarde para o grande público no livro “Uma breve história do tempo” de 1988.

Doutor em cosmologia, trabalho como professor de matemática na Universidade de Cambridge, onde era professor lucasiano emérito – mesmo cargo ocupado por grandes cientistas como Charles Babbage, Isaac Newton e Paul Dirac. Escreveu mais 14 livros, entre eles "O universo em uma casca de noz" e "Uma breve história do tempo".
Aos 21 anos, Hawking foi diagnosticado com ELA, os portadores acabam perdendo a capacidade de se mover, de falar, de engolir e de respirar. 
Por isso, Hawking vivia em uma cadeira de rodas e era dependente de um sistema de voz computadorizado para se comunicar com as pessoas.

Ele teve três filhos. Casou-se pela primeira vez em 1965 com Jane Hawking e se separou em 1991. Em 1995, teve seu segundo casamento com a enfermeira Elaine Mason e se divorciou em 2006.

A perda desse gênio será sentida por toda comunidade cientifica, além da inestimável contribuição a ciência sua força se tornou um dos maiores exemplos de superação.

Um gênio do nosso tempo.