JS NewsPlus - шаблон joomla Продвижение
ptenites

atra2

comer2

compras

hosp

×

Atenção

JUser: :_load: Não foi possível carregar usuário com ID: 630

Grande Incêndio na Serra de Pirenópolis

14/09/2014

Quase todos os anos fazendeiros, passageiros ou a própria natureza se incumbem de iniciar as queimadas no cerrado dos arredores de Pirenópolis.

Esse ano não foi diferente, pois mais uma vez um incêndio de grandes proporções destrói a natureza na Serra dos Pireneus a poucos quilômetros da cidade.

Mesmo quem passa pela igreja Matriz pode facilmente visualizar o tamanho da extensão da linha de fogo, a mesma é quilométrica.

Entramos em contato com o Corpo de Bombeiros local e o Sargento Claudio nos informou por telefone o que já sabíamos, ou seja mais um ano de grandes perdas para a natureza.

Como nos informou o Sargento, essa é uma pratica continuada e pelo que tudo indica é mais um incêndio criminoso.

- Nosso contingente é pequeno e mesmo com uma força tarefa conseguimos reunir no máximo 15 ou talvez 20 homens para monitorar o incêndio.
Nada podemos fazer, senão esperar que a linha de fogo atinja uma localização geográfica ideal para iniciarmos o combate propriamente dito.
Caso a situação saia do controle, um plano de emergência será acionado com pedido de reforço de nível estadual.

Eu, porém, que combati incêndios florestais por muitos anos, acredito que a situação já está fora de controle, e com um agravante, pois o foco está no alto, na conhecida Serra dos Pireneus, na região das nascentes.

Não podemos ignorar que essa região é a divisora de águas, pois parte das águas nascentes descem em direção à Bacia do Tocantins cujos principais rios são Araguaia e Tocantins e parte para a Bacia Platina, cujos principais rios são Paraná, Paraguai e Uruguai.

Mais uma catástrofe!