JS NewsPlus - шаблон joomla Продвижение
ptenites

atra2

comer2

compras

hosp

×

Atenção

JUser: :_load: Não foi possível carregar usuário com ID: 630

Aprendendo com prazer

Festa junina na escola Pirilampo No Brasil, vários projetos de educação são criados, mas nem sempre são aplicados de forma eficiente. Não bastassem os problemas de ordem política, a pedagogia aplicada é punitiva e autoritária e o reflexo disso é uma aprendizagem superficial, baseada unicamente em obtenção de resultados, isto é, de notas. Diante desse quadro, outros tipos de pedagogia foram desenvolvidos, como a Waldorf que consiste no desenvolvimento natural do ser humano priorizando a qualidade de vida.

No Brasil, são 10 estados que utilizam essa pedagogia. Em Goiás, a cidade de Pirenópolis abriga a Escola Pirilampo, fundada há cinco anos como oficina em busca de desenvolver habilidades como pintura, música, dança, escultura, culinária, crochê, entre outras. Há um ano ela deixou de ser oficina e foi reconhecida como instituição educacional, pelo Ministério da Educação (MEC). A Escola adota uma administração coletiva, composta por uma associação pedagógica entre pais e corpo jurídico. Além da formação em pedagogia exigida pela Secretaria de Educação, os professores devem fazer um curso especializado, de acordo com os princípios Waldorf . Como nas palavras de Rudolf Steiner, “o maior objetivo deve ser o de desenvolver ser humanos livres, capazes por si próprios de imprimir propósitos e direção à suas vidas”.

Segundo a diretora Mônica Dias da Cruz, a pedagogia aplicada aos alunos se baseia na Antroposofia, ou seja, valoriza a natureza e o desenvolvimento natural do ser humano, respeitando cada fase. As fases são divididas em setênio, isto é, de sete em sete anos. A primeira é a fase do agir, na qual a criança realiza atividades motoras para adquirir equilíbrio através de brincadeiras, atividades essenciais no processo. A segunda é a fase do sentir, em que só então se inicia a alfabetização. Ela ocorre de forma gradativa, quando se começa a despertar a criatividade e a expressão dos sentimentos através da arte. A terceira é a fase do pensar, em que se iniciam os questionamentos e tenta-se obter respostas para as dúvidas existentes, marcando o processo de memorização.

Atualmente encontram-se matriculados na Escola Pirilampo 32 alunos divididos em quatro turmas, sendo dois jardins, 1ª e 2ª série, nos turnos matutino e vespertino. A direção informou que está prevista para 2006 a inserção da 3° série. Desde o ensino fundamental até o ensino médio, os alunos, são acompanhados por um único professor. O objetivo é estabelecer um vínculo, permitindo maior conhecimento e compreensão entre professor e aluno. O estudo de línguas é introduzido desde a 1º série, ministrado preferencialmente por professores estrangeiros e o sistema de avaliação não é feito através de provas, mas por avaliações contínuas do envolvimento e do domínio do aluno, que é avaliado de forma comparativa a cada bimestre. Mônica Dias disse que o uso do computador só é indicado a partir do ensino médio, pois a prioridade é desenvolver a escrita e a capacidade do ser humano, “tudo que facilita demais, prejudica a criação”, diz.

Alunos Waldorf
O método Waldorf é desconhecido pela maioria das pessoas. Desde de 1919, quando foi criada pelo filósofo Rudolf Steiner, na Alemanha, a escolas vêm se expandindo em todo mundo, chegando ao número de 500 instituições, sendo 18 no Brasil. Segundo a diretora da Escola Pirilampo, Mônica Dias os alunos educados em instituições que adotam essa filosofia se tornam adultos mais confiantes e realizados. “O trabalho é o "brincar" da criança no adulto” diz. Ela abriu um tópico em uma comunidade de ex-alunos Waldorf no Orkut, chamada Máfia Waldorf e pesquisou o perfil dos seus integrantes, constatando que a maioria soube fazer suas escolhas profissionais e são geralmente pessoas independentes e bem humoradas.